Ressonância magnética

A ressonância magnética não é um exame de rastreamento de câncer de mama a ser utilizado na população em geral. É um exame de exceção que não substitui a mamografia e ecografia. Entretanto, ele poderá ser indicado, em associação com a mamografia, no rastreamento de algumas situações  especiais, que estão listadas abaixo.

ressonancia_magnetica

Recomendação:

  • Pacientes com mutação dos genes BRCA1 ou 2;
  • Parentes de 1° grau com mutação dos genes BRCA 1 ou 2 e que ainda não foram testadas;
  • Pacientes submetidas a tratamento  com radioterapia no tórax entre as idades de 10 e 30 anos;
  • Parentes de 1°grau com mutação dos genes TP53 ou PTEN;
  • Pacientes com risco vida acumulado de 20% à 25% (baseado em cálculos matemáticos).

(Fonte: Doenças da Mama: guia prático baseado em evidências 2013)